web analytics

Assoreamento litoral da região de Peniche. Constituição do sistema dunar e tômbolos durante os séculos XII, XIV , XV e XVI.

Assoreamento litoral da região de Peniche. Constituição do sistema dunar e tômbolos durante os séculos
XII (A); XIV (B); XV (C); XVI (D) (Adaptado de Blot, 2003; Base Cartográfica: Carta Geológica de Peniche).

Fonte: Raquel Maria Paixão Pancada, Avaliação da vulnerabilidade biofísica do sistema dunar de Peniche-Baleal, Tese de mestrado, Geografia – Geografia Física e Ordenamento do Território, Universidade de Lisboa, Instituto de Geografia e Ordenamento do Território, 2011. Consultado a 29 de dezembro de 2023.

Geografia – Portugal, um país tricontinental

𝑷𝒐𝒓𝒕𝒖𝒈𝒂𝒍, 𝒖𝒎 𝒑𝒂í𝒔 𝒕𝒓𝒊𝒄𝒐𝒏𝒕𝒊𝒏𝒆𝒏𝒕𝒂l

Portugal é um país europeu, mas geograficamente tem territórios nas placas Euroasiática, Africana e Norte Americana.

Deste ponto de vista, Portugal Continental localiza-se na Europa na placa Euroasiática, a Região Autónoma da Madeira encontra-se na África insular, estando assente na Placa Africana, sendo aqui que se encontra o ponto mais a sul de Portugal, no Ilhéu de Fora, nas Ilhas Selvagens.

Já a Região Autónoma dos Açores encontra-se dividida entre a Europa insular, a América do Norte e África insulares. Os grupos oriental (São Miguel e Santa Maria) e central (Terceira, Graciosa, Pico, Faial e São Jorge ) pertencem às Placas Euroasiática e Africana. O grupo ocidental (Flores e Corvo) pertence à Placa Norte-Americana e contém o ponto mais ocidental de Portugal, o Ilhéu de Monchique, perto das Flores.

A cartografia do Plano de Situação está disponível também neste site, no Geoportal Plano de Situação

Fontes: DGRM, consultado a 6 de julho de 2023
PSOEM, consultaod a 6 de julho de 2023

Geografia 10.º Ano – Atração do mar: quatro indicadores sobre o litoral (infografia)

Atração do mar: quatro indicadores sobre o litoral
Conceitos: bipolarização, litoralização, interior, despovamento, povoamento, densidade populacional,população residente, área metropolitana de Lisboa, área metropolitana do Porto, múnicipios, concelhos e freguesias.

litoralização, bipolarização, interior, litoral

Fonte: Pordata, consultado a 14 de janeiro de 2023.

Geografia – O que mais se pesca em Portugal?

Infografia: O que mais se pesca em Portugal?

Fonte: Pordata, consultado a 1 de setembro de 2022.

Exame Nacional de Geografia 2021 – 2.ª Fase – Recursos Píscicolas, Pescas, Sardinha, Faixa Costeira

Exame Nacional de Geografia 2021 – 2.ª Fase – Versão 1
Questão 3
3. A distribuição da sardinha ocorre, principalmente, na faixa costeira do Atlântico Nordeste.
A Figura 3 representa a distribuição da sardinha na costa de Portugal continental, cuja maior concentração se verifica até aos 100 m de profundidade.

3.1. De acordo com a Figura 3, a maior abundância de sardinha ocorre entre ______________ , numa
área integrada na ______________.
(A) Aveiro e Figueira da Foz … planície abissal
(B) Nazaré e Peniche … planície abissal
(C) Aveiro e Figueira da Foz … plataforma continental
(D) Nazaré e Peniche … plataforma continental
3.2. A sardinha é uma espécie capturada na área representada na Figura 3, entre a primavera e o outono.
Refira, justificando, dois fatores naturais que favorecem a disponibilidade de sardinha no período do ano indicado.
Correcção: Aqui
Fonte: Iave, consultado a 15 de setembro de 2021

Exame Nacional de Geografia 2020 – 2.ª Fase – Peniche, Arquipélago das Berlengas, Pesca Artesanal, ZEE, Tômbolo de Peniche, Pesca e Recursos Marítimos

Exame Nacional de Geografia 2020 – 2.ª Fase – Versão 1
Questão 9
9. Na Figura 7, está representada a localização de Peniche e do arquipélago das Berlengas, que pertence a uma área protegida.

9.1. Na área marinha contígua às Berlengas, representada na Figura 7, só é permitida a pesca artesanal.
Esta medida permite
(A) limitar o volume de capturas e preservar os habitats marinhos locais.
(B) assegurar a quota de pesca e manter ativa a frota pesqueira de Peniche.
(C) manter os stocks marinhos e promover a utilização de redes de malha apertada.
(D) complementar a produção da aquicultura e satisfazer a procura do mercado nacional.
9.2. O tômbolo de Peniche, representado na Figura 7, corresponde a uma ilha que se ligou ao continente por uma estreita faixa de terra resultante
(A) da abrasão marinha com efeito na costa meridional.
(B) da sedimentação de detritos com origem terrestre e marinha.
(C) da instalação de blocos de rocha de proteção do litoral.
(D) da ação direta do upwelling ao longo da costa ocidental.
9.3. Explique a localização do porto de pesca de Peniche, assinalado na Figura 7, integrando na sua
resposta dois fatores físicos.
Correcção: AQUI
Fonte: Iave, consultado a 10 de setembro de 2021.

Geografia 10º Ano – Tômbolo de Peniche

Definição e caracterização do Tômbolo de Peniche:
Consultar o post :A Costa Portuguesa
Tômbolo: faixa arenosa que liga uma ilha à parte continental que se encontra mais próxima;
Tômbolo de Peniche: resulta da acumulação de sedimentos marinhos, devido à perda de energia de correntes marítimas, no transporte de sedimentos. Da deposição de sedimentos surgiu um Istmo (Tômbolo), acabando por ligar uma antiga ilha ao território nacional.