web analytics

Exame Nacional de Geografia 2021 – 2.ª Fase – União Europeia, cidades sustentáveis

Exame Nacional de Geografia 2021 – 2.ª Fase – Versão 1
Questão 8
8. A União Europeia está a promover várias iniciativas para tornar as cidades mais sustentáveis e eficientes.
Uma cidade, para melhorar o seu nível de eficiência e sustentabilidade, pode apostar em estratégias como:
A – o reforço da mobilidade urbana sustentável;
B – a redução da produção de resíduos urbanos.
Selecione uma das estratégias, A ou B. De acordo com a estratégia selecionada, apresente duas medidas, explicando de que modo contribuem para melhorar a eficiência e a sustentabilidade das cidades.
Correcção: Aqui
Fonte: Iave, consultado a 15 de setembro de 2021

Exame Nacional de Geografia 2021 – 2.ª Fase – Política de Coesão da União Europeia

Exame Nacional de Geografia 2021 – 2.ª Fase – Versão 1
Questão 7
7. O novo quadro da Política de Coesão da União Europeia para 2021-2027 apela à construção de uma Europa mais social, apoiando o emprego de qualidade, a educação, as competências, a inclusão social e a igualdade de acesso aos cuidados de saúde.
Fonte: https://portugal2020.pt (consultado em novembro de 2020). (Texto adaptado)
Proponha duas medidas, justificando de que modo podem contribuir para a concretização de uma Europa mais social.
Correcção: Aqui
Fonte: Iave, consultado a 15 de setembro de 2021

Exame Nacional de Geografia 2021 – 1.ª Fase – União Europeia, Número médio de horas de trabalho, por trabalhador e por semana, nos Estados-Membros da UE, População (dos 25 aos 64 anos) com ensino superior e produtividade no trabalho, nos Estados-Membros da UE

Exame Nacional de Geografia 2021 – 1.ª Fase – Versão 1
Questão 8
8. Na Figura 5A, está representado o número médio de horas de trabalho habitualmente prestado por semana e por trabalhador nos Estados-Membros da União Europeia (UE), em 2019.
Na Figura 5B, está representada a população dos 25 aos 64 anos com ensino superior e a produtividade no trabalho, nos Estados-Membros da UE, em 2019.

8.1. Identifique as duas afirmações verdadeiras que podem ser comprovadas pela análise das Figuras 5A e 5B.
I.  Os Países Baixos e a Dinamarca são exemplos de Estados-Membros que registam menor número médio de horas de trabalho semanal.
II. Os trabalhadores da UE que auferem salários mais elevados são os que têm maior produtividade.
III. Mais de 50% dos Estados-Membros da UE têm uma produtividade no trabalho superior à média da UE.
IV. Os Estados-Membros da UE que têm um maior número médio de horas de trabalho semanal são os que registam maior produtividade no trabalho.
V. A maioria dos Estados-Membros com menor percentagem de população com ensino superior apresenta uma produtividade no trabalho inferior à média da UE.
8.2. A afirmação seguinte é verdadeira.
«Os indicadores relativos à qualificação dos europeus evidenciam disparidades espaciais.»
Apresente, justificando, duas prioridades de apoio financeiro da UE, com vista à diminuição destas disparidades.
8.3. A produtividade no trabalho em Portugal pode aumentar, através de medidas como
(A) o investimento tecnológico nas empresas.
(B) o prolongamento do horário laboral.
(C) a criação de empresas intensivas em mão de obra.
(D) a redução do número de dias consecutivos de férias.
8.4. Portugal tem registado um aumento no nível de escolarização da população e um aumento da emigração de mão de obra qualificada.
Justifique a emigração de mão de obra qualificada para outros países da União Europeia, referindo duas razões.
Correcção: Aqui
Fonte: Iave, consultado a 15 de setembro de 2021.

Exame Nacional de Geografia 2020 – Época Especial – Internet, Comércio Eletrónico, União Europeia

Exame Nacional de Geografia 2020 – Época Especial
Questão 12
12. A Figura 7 apresenta a percentagem de pessoas com idades compreendidas entre os 16 e os 74 anos que utilizaram o comércio eletrónico e a Internet no preenchimento de formulários oficiais, no âmbito da administração pública, em Portugal e na União Europeia (UE), entre 2010 e 2018.

12.1. As afirmações seguintes são falsas.
I.  No período considerado, verifica-se um ritmo de evolução semelhante entre Portugal e a média dos Estados-membros da UE, no que respeita à percentagem de utilizadores da Internet no preenchimento de formulários oficiais.
II.  De 2010 a 2018, a variação de utilizadores do comércio eletrónico foi mais elevada na UE do que em Portugal.
III.  Em 2018, mais de 65% dos portugueses dispensava a utilização da Internet no preenchimento de formulários oficiais e no comércio eletrónico.
Justifique a falsidade de duas das três afirmações, utilizando a informação da Figura 7.
12.2. Em 2010, menos de 40% de utilizadores entre os 16 e os 74 anos recorreram ao preenchimento eletrónico de documentos oficiais, devido
(A) ao reduzido controlo da proteção de dados dos cidadãos utilizadores de serviços oficiais.
(B) ao fraco investimento em programas digitais aplicados aos serviços públicos.
(C) à iliteracia digital dos cidadãos, com maior incidência nas classes etárias superiores.
(D) à infoexclusão dos cidadãos, com maior incidência nas classes etárias inferiores.
13. Um dos problemas associados à modalidade de teletrabalho é
(A) a desumanização decorrente da falta de convívio presencial entre os colaboradores das empresas.
(B) a rigidez do horário de trabalho, geradora de ansiedade nos colaboradores das empresas.
(C) o aumento das despesas relacionadas com a manutenção das infraestruturas e com o pessoal.
(D) o acréscimo de emissões de GEE, decorrente da intensificação da circulação de veículos automóveis.
14. O Programa Galileo é um exemplo de investimento da União Europeia, em parceria com a Agência Espacial Europeia, para a criação de um sistema de navegação europeu.
Selecione, a partir do Quadro 1, as duas vantagens do Programa Galileo.
Quadro 1
a) maior precisão; b) aumento da globalização; c) aumento de competências de trabalho em grupo; d) maior segurança; e) maior controlo individual.
Correcção: AQUI
Fonte: Iave, consultado a 11 de setembro de 2021.

Preparação para o Exame Nacional de Geografia: União Europeia

1. Classifique, como verdadeira ou falsa conda uma das seguintes afirmações. Corrija as afirmações
consideradas falsas mantendo-as na afirmativa.
a) O Tratado de Maastricht foi assinado em Outubro de 2007, durante a última presidência portuguesa da União Europeia, numa cidade francesa.
b) A Comissão Europeia é responsável pela execução das decisões do Parlamento e do Conselho e assegura a gestão corrente da União Europeia: aplicar as políticas, executar os programas e utilizar os fundos.
c) O reforço da posição da União Europeia no contexto político internacional e no mercado mundial é um dos aspetos positivos dos alargamentos de 2004 e 2007.
d) As primeiras medidas comunitárias no domínio ambiental datam de finais dos anos 50 e a Política Ambiental foi importante desde o Tratado de Roma.
e) As alterações climáticas tornam o tempo mais instável, trazendo mais tempestades e secas e, com elas, inundações e escassez de água.
Soluções:
2. a) Falsa. O Tratado de Lisboa foi assinado em 2007, durante a última presidência portuguesa da União Europeia, em Lisboa. O Tratado de Maastricht foi assinado em 1992.
b) Verdadeira.
c) Verdadeira.
d) Falsa. As primeiras medidas comunitárias no domínio ambiental datam de finais dos anos 50 e a Política Ambiental começou a ser valorizada no Tratado de Maastricht e foi reforçada no Tratado de Amesterdão.
e) Verdadeira.

Geografia 11.º Ano – Exercícios da unidade União Europeia

Leia atentamente ao texto que e segue.

1. Os últimos três países que integraram a UE em janeiro de 2007 e julho de 2013 foram
(A) Estónia, Bulgária e Turquia.
(B) Bulgária, Roménia e Croácia.
(C) Letónia, Lituânia e Roménia.
(D) Estónia, Letónia e Croácia.
2. Os alargamentos sucessivos da UE proporcionaram a este espaço um conjunto de oportunidades,
como, por exemplo
(A) uma diminuição acentuada dos fluxos migratórios internos e uma maior estabilidade política a
Leste.
(B) uma maior homogeneidade cultural e uma diminuição acentuada dos fluxos migratórios externos.
(C) um aumento substancial do número de consumidores e uma maior homogeneidade cultural.
(D) um aumento substancial do número de consumidores e uma maior estabilidade política a Leste.
3. Um dos objetivos da UE é a redução das suas disparidades regionais. Para tentar alcançar esse
objetivo foram tomadas medidas, como
(A) a melhoria dos salários nas regiões com PIB per capita inferior à média comunitária.
(B) a distribuição igualitária dos fundos comunitários por todas as regiões deprimidas.
(C) uma maior atribuição de fundos comunitários às regiões com um PIB per capita mais baixo.
(D) a fixação, nas áreas rurais, dos imigrantes oriundos do espaço extracomunitário.
4. A adesão dos países PECO à UE dependeu do cumprimento de um conjunto de critérios, dos quais se
destacam
(A) a adoção de uma segunda língua oficial e a proteção das minorias.
(B) a necessidade de se manterem na UE durante um período de 10 anos e integrarem a Zona Euro.
(C) o respeito pelos Direitos Humanos e a proteção das minorias.
(D) o respeito pelos Direitos Humanos e a integração no espaço Schengen.
5. Comente a afirmação que se segue:
“O alargamento a leste constitui simultaneamente uma oportunidade e um desafio.”
Soluções: Continuar a ler Geografia 11.º Ano – Exercícios da unidade União Europeia

Geografia 11.º Ano – Zona Euro

Todos os países da União Europeia fazem parte da União Económica e Monetária (UEM) e alinham as suas políticas económicas pelos objetivos económicos da UE. Alguns países da UE foram ainda mais longe, substituindo as moedas nacionais por uma moeda única, o euro. Estes países constituem a zona euro.
Dos países da UE que não fazem parte da zona euro, a Dinamarca e o Reino Unido recorreram a uma opção de não participação (opt­out) estabelecida em protocolos anexos ao Tratado, embora possam mudar de opinião no futuro se assim o desejarem, e a Suécia ainda não satisfaz as condições necessárias para aderir à zona euro.
Andorra, Mónaco, São Marinho e a Cidade do Vaticano adotaram o euro como moeda nacional por força dos seus acordos monetários com a UE e podem emitir as suas próprias moedas de euro dentro de determinados limites. No entanto, não fazem parte da zona euro, dado que não são países da UE
paises zona euro 19 portugal
Fonte: Comissão Europeia, consultado em 8 de abril de 2019.

Economia 11.º Ano – Soluções de Questões de Exame Nacional: Unidade 12 – União Europeia

Exame Nacional de Economia A
União Europeia
Soluções das Questões de Escolha Múltipla:
1. Os Tratados de Roma, assinados, em 1957, por seis países europeus, criaram
(A) a EURATOM e a EFTA.
(B) a EURATOM e a CEE.
(C) a CECA e a EFTA.
(D) a CECA e a CEE.
2. No estudo da convergência real entre dois ou mais países membros de um espaço de integração económica, ao longo de uma década, utiliza-se, geralmente, como indicador a
(A) taxa de crescimento anual dos rendimentos primários nominais.
(B) taxa de crescimento anual do salário médio em termos nominais.
(C) taxa de variação anual do PIB por habitante, calculado a preços constantes.
(D) taxa de variação anual do consumo privado, calculado a preços correntes.
3. No processo de aprovação do orçamento comunitário intervém o
(A) Parlamento Europeu.
(B) Banco Europeu de Investimento.
(C) Banco Central Europeu.
(D) Tribunal Europeu de Justiça.
4. No processo de construção da União Europeia, os sucessivos alargamentos possibilitaram, por ordem cronológica, a integração
(A) do Reino Unido, da Hungria e da Grécia.
(B) da Polónia, da Irlanda e de Portugal.
(C) do Reino Unido, de Portugal e da Hungria.
(D) da Polónia, da Irlanda e da Grécia.
5. Uma das características da forma de integração económica designada por mercado comum é a existência de
(A) uma pauta aduaneira específica de cada Estado-membro, utilizada nas trocas comerciais de
mercadorias com países terceiros.
(B) barreiras aduaneiras que impedem a livre circulação de serviços entre Estados-membros.
(C) uma pauta aduaneira comum aos vários Estados-membros, utilizada nas transações comerciais de mercadorias com países terceiros.
(D) barreiras aduaneiras que impedem a livre circulação de capitais entre Estados-membros.
Soluções de Questões de Desenvolvimento:
1 – Com a entrada na União Económica e Monetária, Portugal acompanhou a fase mais
avançada do processo de integração europeia. Tal processo teve início com a criação das
Comunidades Europeias e registou um avanço significativo com a institucionalização do
Mercado Único.
Uma das principais motivações para este processo de crescente integração de Portugal
foi a convicção de que ele propiciaria um acentuar da convergência dos rendimentos das
famílias portuguesas com a média europeia.
Anuário Estatístico de Portugal, INE, 2006 (adaptado)
1.1. Indique, por ordem cronológica, as etapas da construção da União Europeia referidas no texto.
R: Comunidades Europeias, Mercado Único e União Económica e Monetária (UEM).
1.2. Explique de que forma a «convergência dos rendimentos das famílias portuguesas com a média
europeia» se reflectirá nas suas estruturas de consumo.
R: Tópicos de resposta: a convergência dos rendimentos das famílias portuguesas com os da média europeia significa que o seu rendimento médio vai aumentar; esse aumento de rendimento vai implicar alterações na estrutura de consumo das famílias; o peso das despesas em alimentação tenderá a diminuir face ao total das despesas, podendo aumentar, em contrapartida, por exemplo, o peso das despesas em lazer e cultura.
2. Leia o texto que se segue.
A criação de uma união aduaneira foi o objetivo central da assinatura do Tratado de Roma,
em 1957. Esta união aduaneira, que deu origem à Comunidade Económica Europeia (CEE),
entrou em vigor a 1 de julho de 1968.
Em 1973, a CEE assinou acordos com os Estados-membros da Associação Europeia de
Comércio Livre (EFTA) no sentido da criação de uma zona de comércio livre para cerca de
380 milhões de consumidores dos países das duas organizações europeias.
Agostinho Branquinho et al., Novo dicionário de termos europeus, 2011 (adaptado)
2.1 – O texto refere duas formas de integração económica: zona de comércio livre e união aduaneira.
Diga em que consiste cada uma dessas formas de integração.
R: Tópicos de resposta: a zona de comércio livre é uma forma de integração em que os Estados-membros
garantem a livre circulação de mercadorias entre si e mantêm a sua pauta exterior
face a países terceiros; a união aduaneira é uma forma de integração em que os Estados-membros
garantem a livre circulação de mercadorias entre si e estabelecem uma pauta
exterior comum face a países terceiros.

3. Leia o texto que se segue.
Este fundo, instituído em 1994, pela União Europeia, apoia financeiramente a realização de
projetos nos domínios do ambiente e das redes transeuropeias em matéria de infraestruturas
de transportes e é um dos instrumentos financeiros da política regional da União Europeia –
juntamente com os fundos estruturais.
Agostinho Branquinho et al., Novo Dicionário de Termos Europeus, Lisboa, Alêtheia Editores, 2011, p. 222 (adaptado)
3.1 – Relacione os objetivos do fundo a que o texto se refere com o princípio da coesão económica e social da
União Europeia.
Comece por identificar esse fundo.
R: Tópicos de resposta: Fundo de Coesão; este fundo destina-se, em particular, a apoiar projetos nos domínios do ambiente e das redes transeuropeias em matéria de infraestruturas de transportes, que reforcem a coesão económica e
social da União Europeia; este fundo, ao apoiar financeiramente projetos dos Estados-membros cujo PNB por habitante (ou, em alternativa, RNB por habitante) seja inferior a 90% do valor médio da União Europeia, pretende promover a aproximação dos níveis de rendimento médio e de qualidade de vida das populações destes países aos níveis médios comunitários, contribuindo para a concretização do princípio da coesão económica e social.

Fonte: IAVE, consultado a 04 de junho de 2018

Notícias – Primeira caixa automática celebra 50 anos pintada de ouro

“A primeira caixa automática foi instalada numa agência do Barclays, em Londres, no dia 27 de junho de 1967. No dia que comemora 50 anos foi pintada de… ouro. E até tem uma passadeira vermelha.
(…)
A caixa automática surgiu da cabeça de um escocês chamado John Shepherd-Barron e foi instalada pela primeira vez numa agência do Barclays em Londres, no Reino Unido. Foi no dia 27 de junho de 1967, ou seja, há 50 anos. A inauguração foi feita pelo ator britânico Reg Varney. No vídeo abaixo podemos ver imagens de arquivo de uma das primeiras utilizações.”
Video:

Notícia completa: A primeira caixa automática
Fonte: Eco Online, consultado a 28 de junho de 2017

Notícias – Euro baixa face ao dólar no lançamento das negociações para Brexit

O euro recuou hoje face ao dólar, no dia em que começaram as negociações entre o Reino Unido e a União Europeia para o ‘Brexit’, a saída britânica da UE.
Às 18:20 (hora de Lisboa), o euro seguia a 1,1154 dólares, quando na sexta-feira ao final da tarde negociava a 1,1190 dólares.
O Banco Central Europeu (BCE) fixou hoje a taxa de câmbio de referência do euro em 1,1199 dólares.
O negociador britânico para o ‘Brexit’, David Davis, disse no lançamento das negociações de saída do Reino Unido da UE que Londres quer um “tom positivo e construtivo” que permita alcançar uma parceria “forte e especial”.
Michel Barnier, o negociador europeu, disse por seu turno que as negociações devem “resolver primeiro as incertezas causadas pelo ‘Brexit’ – para os cidadãos, mas também para os beneficiários das políticas europeias e para as fronteiras, em particular na Irlanda”.


Fonte: Diário de Notícias, consultado a 23 de junho de 2017